Quem pode ter dupla cidadania? Descubra agora!

Muitas pessoas se perguntam se podem ter dupla cidadania, documento que possibilita os direitos de um cidadão de outro país

Anúncios

Com a dupla cidadania é possível viajar para determinados países sem passar por algumas burocracias e o cidadão ganha diversos benefícios.

Para descobrir quem pode ter dupla cidadania, saiba mais a seguir!

O que é a dupla cidadania?

A dupla cidadania possibilita que uma pessoa se torne cidadã de dois países ao mesmo tempo.

Não são todos os países ao redor do mundo que reconhecem o documento, porém, para quem tem um familiar próximo de locais que aceitam, essa opção pode valer a pena.

Anúncios

Países que permitem a dupla cidadania

A lista completa de países que aceitam a dupla cidadania é a seguinte:

  • Austrália;
  • Argentina;
  • Costa Rica;
  • Canadá;
  • Espanha;
  • Estados Unidos;
  • México;
  • França;
  • Reino Unido;
  • Rússia.

Quem pode ter dupla cidadania?

Existem três maneiras de se tornar cidadão com dupla nacionalidade, seja por nascimento, por casamento ou naturalização.

Cada uma delas funciona da seguinte forma:

  • Por nascimento: em alguns países, como nos Estados Unidos, é possível que as crianças nascidas de pais norte-americanos tenham dupla cidadania.
  • Por casamento: a dupla nacionalidade ainda pode ser obtida caso uma pessoa se case com um cidadão de outro país. Nesse caso, é necessário esperar alguns anos e obedecer determinados critérios para poder obter o documento;
  • Por naturalização: isso é possível quando a pessoa reside em outro país por um determinado período de tempo.

Vale ressaltar ainda que para conseguir ter acesso a dupla cidadania no Brasil é necessário entrar em contato com a embaixada ou consulado do país do qual quer obter a nacionalidade.

A embaixada deverá fornecer informações a respeito dos documentos necessários, assim como dos custos, prazos e orientações para ter acesso ao registro civil depois da aprovação.

Vantagens de obter a dupla cidadania

A dupla nacionalidade pode oferecer uma série de benefícios, mas também conta com obrigações que devem ser cumpridas pelo cidadão.

Entre as vantagens de ter dupla cidadania, as seguintes se destacam:

Privilégios

Ao se tornar cidadão de dois países, você terá o direito de morar, trabalhar, estudar e acessar os serviços públicos que são oferecidos em ambos os territórios.

Além disso, ainda é possível se candidatar a um cargo público ou em uma eleição, a depender das leis locais.

Dois passaportes

A pessoa com o documento em questão pode ter passaportes dos dois países. Essa é uma grande vantagem especialmente na hora de viajar, pois não será necessário passar por filas longas na imigração ou perguntas sobre sua visita.

É possível também escolher com qual passaporte deseja viajar para poder aproveitar um número maior de vantagens ao analisar os acordos que os países possuem com os outros.

Compra de propriedade

Existem alguns países que possibilitam que os cidadãos com dupla nacionalidade comprem propriedade.

Esse é um ótimo benefício, pois mesmo que você tenha morado no seu país de escolha por um longo período de tempo, pode ser que não tenha direito de obter uma propriedade.

Desvantagens

Além das vantagens citadas anteriormente, o documento também apresenta algumas desvantagens, são elas:

O processo é caro e complexo

A depender das circunstâncias e do país para o qual se está solicitando a dupla cidadania, o processo de naturalização pode ser caro, complexo e burocrático.

Sendo assim, é necessário se preparar para participar de um grande número de reuniões, preencher uma série de formulários e ainda esperar pela regularização por um longo período de tempo.

Para tornar o processo mais simples, entre em contato com um consultor de imigração para garantir que o processo está sendo seguido de forma correta.

Impostos

Lidar com os impostos também pode ser complicado. Por meio da dupla cidadania, existe a possibilidade que você precise declarar os seus impostos nas duas jurisdições.

Nos Estados Unidos, por exemplo, é cobrado um imposto dos cidadãos em qualquer lugar no mundo, a menos que exista um acordo específico com o país para que isso não aconteça.

Conclusão

Tirar a dupla cidadania pode ser uma excelente oportunidade para quem tem direito ao documento, uma vez que possibilita viver como um verdadeiro cidadão de outro país.

Portanto, não perca tempo e entre em contato com a embaixada do país que deseja obter a nacionalidade para saber mais a respeito dos custos e burocracias para obter o documento.