Pode levar comida no avião? Conheça as regras

Muitas pessoas se perguntam se pode levar comida no avião, como lanches e frutas para serem consumidos durante o voo doméstico.

Anúncios

Existem algumas regras que precisam ser seguidas para poder transportar comida no avião durante a viagem.

Portanto, confira a seguir o que deve ser cumprido para poder levar comida no avião!

Pode levar comida no avião?

Provavelmente você já se perguntou se pode levar comida no avião e, se puder, quais alimentos podem ser levados?

Seja para consumir durante o voo ou se está levando como lembrança para alguém, muitas pessoas já se fizeram esses questionamento.

Anúncios

Conheça as regras!

O órgão regulador da aviação no Brasil, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), não estipula quase nenhuma regra específica a respeito dos passageiros levarem comida no avião.

Isso faz com que as companhias estabeleçam suas próprias regras ou não saibam o que responder quando são questionados sobre o assunto.

No entanto, é importante enfatizar que existem algumas restrições que são estabelecidas de acordo com as regras agropecuárias do país.

No site da Anac, é possível encontrar somente regras específicas a respeito de bebidas alcoólicas.

As regras estabelecem que as bebidas que tenham teor alcóolico superior a 70% não podem ser transportadas sob nenhuma hipótese, seja na bagagem de mão ou despachada.

A agência ressalta que a alimentação de bebês e líquidos podem ser levados no avião sem nenhum problema.

Dessa forma, para saber mais sobre o que pode ou não ser levado no avião, é necessário conferir as regras das companhias aéreas.

Pode levar comida no avião: as regras dos voos internacionais

Apesar de existirem poucas regras nas viagens nacionais, os voos internacionais contam com mais restrições.

Os alimentos líquidos, por exemplo, só podem ser transportados caso estejam em embalagens de 100 ml que sejam transparentes e permitam a visualização do conteúdo.

Além disso, cada país possui as suas próprias restrições em relações aos alimentos. Por isso, é importante confirmar todas as regras do seu destino antes de embarcar.

Assim, você evitará perder o alimento e ainda não correrá o risco de levar uma multa.

Levar comida no avião: o que dizem as campanhias?

As companhias aéreas Gol, Latam e Azul ressaltam que os passageiros podem levar comida no avião, mesmo que eles sirvam snacks a bordo.

De acordo com o enfatizado pela Latam, o passageiros podem levar alimentos como lanches e frutas para serem consumidos em voos domésticos e internacionais.

A Gol, por sua vez, ressalta que é permitido que o passageiro entre na aeronave com comida e também pode consumi-la a bordo.

A companhia diz que isso é possível pois o alimento passou pelo processo de inspeção e não apresenta risco à segurança do voo.

Já a Azul diz que caso o passageiro queira levar comida no avião, o mais indicado é escolher os produtos industrializados.

A recomendação se dá devido ao fato de que alguns alimentos perecíveis podem ser barrados durante a inspeção do aeroporto pelo raio-x.

Ademais, é importante que a comida esteja bem embalada, sem fonte de odor, e que esteja preferencialmente fechada na sua embalagem original.

Com isso, não correrá o risco de precisar ser descartada antes do passageiro embarcar.

Contudo, as regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelecem que a tripulação não pode acomodar ou manipular a comida dos passageiros na cozinha e fornos da aeronave.

As comidas infantis não costumam contar com nenhum tipo de restrição de quantidade, porém devem estar na sua embalagem original ou transparente durante o voo.

As companhias, inclusive, costumam oferecer o aquecimento da mamadeira para os passageiros que estejam com bebês de colo.

E as bebidas alcoólicas, é possível embarcar com elas?

Conforme citado anteriormente, nenhuma companhia aceita transportar bebidas que contem com mais de 70% de teor alcoólico. Porém, isso pode mudar conforme a porcentagem de álcool da bebida.

No caso dos voos nacionais da Azul e da Gol, a quantidade de bebidas com teor alcoólico abaixo de 24% são ilimitadas.

Para as bebidas com teor alcoólico acima de 70%, é possível levar até 5 garrafas. Entretanto, as bebidas devem estar embaladas e a prova de vazamentos, além de estarem devidamente rotuladas e lacradas.

O responsável por teletransportar os itens também deve ter mais de 18 anos de idade, caso contrário, o transporte será negado.

A Latam estabelece que as bebidas alcoólicas que contenham menos de 70% de teor alcoólico devem estar em garrafadas lacradas e na sua embalagem original. A companhia permite que sejam levados até 5 litros por passageiro.

Ao contrário das comidas que podem ser levadas no avião, os viajantes não podem consumidor a sua própria bebida alcoólica durante o voo, somente a que for servida pela tripulação.

Existe algum alimento proibido de levar no avião?

Não existe nenhum alimento específico que seja proibido de ser levado no avião. Porém, espera-se o bom senso.

A Gol diz que não é proibido o transporte de alimentos ou bebidas que estejam em embalagens inadequadas (úmidas/molhadas ou avariadas) e itens que tenham forte odor.

A Azul, por sua vez, reforça que os alimentos e bebidas não industrializados estão sujeitos a passar por análise no momento do check-in.

É importante enfatizar que a análise no check-in é feita com base na tabela de artigos da Associação Internacional de Transportes Aéreos (Lata).

Dicas para levar comida no avião

Leve o alimento em temperatura ambiente

Caso você deseje consumir o alimento durante o voo, opte por comidas que estejam em temperatura ambiente e em sua embalagem original.

Pode ser interessante optar por barrinha de cereal, biscoito ou frutas.

Evite comidas com cheiro forte

Esse é o principal ponto ressaltado pelas companhias aéreas. Os alimentos que exalam forte odor provavelmente não serão aceitos no voo, tanto na cabine quanto no porão.

Conclusão

Agora que você já sabe quais são as regras para levar comida no avião, já pode viajar com mais tranquilidade.

Lembre-se de escolher o alimento que levará no voo com bom senso para não incomodar os tripulantes.

No mais, não perca tempo e comece a planejar a sua viagem agora mesmo!