Anúncios

10 dicas de ecoturismo para o viajante verde

Viajar para uma área natural não o torna automaticamente um turista ecológico. Uma prática correta do ecoturismo exige mais alguns passos e uma autêntica sensibilidade às questões ambientais. Então, vamos tentar listar dez dicas básicas de viagens ecológicas para qualquer pessoa interessada em ecoturismo e desenvolvimento sustentável.

O advento do ecoturismo foi previsto em 1901 por John Muir, quando ele disse que “o deserto é uma necessidade”, imaginando legiões de “pessoas cansadas, nervosas e super civilizadas” indo para as montanhas como se estivessem indo para casa.
Atualmente, o fenômeno envolve milhões de turistas e o desafio é tornar essa clara necessidade compatível com a proteção ambiental e a conservação dos recursos naturais. Mas o que cada um de nós pode fazer para fazer a diferença?

1- Não existem “lugares que você deva visitar antes de morrer”, principalmente no que diz respeito ao ecoturismo. Não acredite no hype. Costa Rica, Ilhas Galápagos, Peru e Belize tornaram-se moda nos últimos anos, o que pode ser um bom motivo para não estressar ainda mais seus ecossistemas. Além disso, viajar para o outro lado do planeta é inútil se você ainda não conhece a maioria das maravilhas naturais que se encontram perto de onde você mora. Você já conferiu nossos 10 principais destinos de ecoturismo?

2- Empatia, respeito e compreensão são necessários para estar em harmonia com a natureza. Estude cuidadosamente os recursos dos lugares que você visitará e colete o máximo de informações possível para evitar danos e permanecer em segurança.

3- Sempre prefira veículos menos prejudiciais ao meio ambiente para chegar ao seu destino de viagem. Trens, ônibus e balsas geralmente são mais “ecologicamente corretos” do que aviões ou carros, embora as férias de bicicleta sejam claramente a melhor opção possível.

4- Grandes redes de hotéis não são adequadas para o ecoturismo. Ficar em acomodações tradicionais de pequena escala, fazendas orgânicas, parques de campismo ou pousadas ecológicas permite apoiar a comunidade local e sintonizar seu ritmo. WWOOF, Ecobnb e Glamping Hub oferecem uma ampla variedade de opções ecológicas em todo o mundo.

Anúncios

5- Use transporte público, quando possível, e caminhe ou ande de bicicleta para se movimentar. Isso beneficiará não apenas o meio ambiente, mas também sua saúde e bem-estar.

6- Se você se cansar de observar pássaros ou passear e quiser praticar esportes, caminhadas, correr, nadar, mas também andar de bicicleta, andar a cavalo, escalar rochas e canoagem, estão entre as atividades recomendadas, enquanto golfe e esqui implicam um grande desperdício de energia. Recursos. Escusado será dizer que tudo o que envolve a matança de animais ou o uso de veículos a combustível não deve ser levado em consideração.

7- Os animais selvagens devem ser deixados sozinhos em seu habitat natural e não devem ser usados ​​para entreter turistas. Se você deseja participar de uma excursão guiada à vida selvagem ou de um safari, certifique-se de que os operadores sejam profissionais e apliquem altos padrões de ética animal.

8- Para minimizar o impacto ambiental da sua viagem, comporte-se como se estivesse em casa: recicle e reutilize, não desperdice água e energia, não deixe vestígios, não pegue ou mate nada, não acenda fogueiras desnecessárias, seja sábio e viaje leve.

9- Apoiar a economia local pagando um preço justo por serviços e produtos. Coma comida orgânica produzida localmente e desfrute da culinária típica da região.

10- Ecoturismo também pode significar voluntariado com comunidades locais ou ONGs globais para ajudar a proteger espécies ameaçadas e seus habitats. Existem muitos projetos de conservação em todo o mundo que você pode participar, para tornar sua viagem útil, não apenas agradável. Visite Idealista e Voluntário para sempre para se inspirar